Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FAÇO VERSOS

Faço versos
tal qual quem se desnuda
em público

Livre das minhas
rotas vergonhas,
busco o infinito

Como quem olha do poço,
fitando o céu,
procuro tecer
no papel da alma
meadas de desencontrados sonhos

Sonhos quiçá dilatados,
cinéreos,
aéreos,
de cálculos em oráculos

Firo o papel
com madonas,
gatos selvagens - azuis
- ou mosca tonta,
acabrunhada perante o candeeiro

Tateio o pão
de amianto e
encontro o vento

Longe do vozerio,
coloco na minha canastra
mais um verso

© Fernando Tanajura
Ambassadeur de la Paix - Brazil-USA
“Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix"

Siga-me no Facebook: www.facebook.com/fernandotanajura

Link de divulgação de meu LIVRO DAS TROVAS
LIVRARIA E LOJA VIRTUAL ASABEÇA

http://www.asabeca.com.br/detalhes.php?prod=7919&friurl=_-LIVRO-DAS-TROVAS--Fernando-Tanajura-_&kb=250#.V-m3nTWHRDI.facebook

Fernando Tanajura
Enviado por Fernando Tanajura em 11/11/2005
Reeditado em 10/09/2017
Código do texto: T70085
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Fernando Tanajura
Estados Unidos
1631 textos (163421 leituras)
1 e-livros (179 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/20 10:50)
Fernando Tanajura