Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANA VICÊNCIA



Vida, a vida te chama,
oh! negra Vicência!
Muitos filhos
esperam por teus braços:
eles querem o sol.
E pela costeira fostes chegando...
Mãos morenas,
mãos negras,
mãos escravas...
As lágrimas
foram fertilizando
o solo.
Os teus filhos
desabrochando
em outras vidas,
criando
essa casta multirracial.
João, Demétrio, Custódio...
Tantos já se foram,
foram tantos males,
tanto sofrimento.
Quanta ingratidão!
Mas tu resistes,
oh! mãe Vicência.
Suscitaste este chão,
com mão morenas,
mãos negras,
mãos escravas,
oh! Ana Vicência.
Paulo Cavalcante
Enviado por Paulo Cavalcante em 20/10/2007
Código do texto: T702481

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Paul St Paul). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Cavalcante
São Luís - Maranhão - Brasil, 47 anos
27 textos (119177 leituras)
5 e-livros (5613 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 04:25)
Paulo Cavalcante