Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sobre Certos Encontros


Sobre Certos Encontros


A imobilidade já por demais extensa
anuncia em graça seu propósito,
a mim e em mim a perplexidade
se revela e se desfaz. Uma nuvem !
Das marés estáticas chegam sinais,
movimentos infiltrando-se nas fissuras
geológicas desse meu eu-latifúndio.

Estou sentindo.
Sentido por sentido envolvidos
e atarefados, estruturas internas
que se deslocam zelosas, concêntricas
e côncavas na arquitetura sequiosa
adotando novas e harmoniosas formas
nessa sutil e suprema transmutação.

Me é estranha a ausência da dor
que é também a dor das ausências.
Aquelas geradas nas distâncias entre mim
e minhas brancas ausências. Talvez porque
estas já não possuam lugar nos pátios amplos
e povoados, ou se tenham instalado humildes,
de tal forma silentes que sequer as suspeito.

Penso que a morte deva ser assim.
Nem dor nem ausência. Mas percebo e sinto
o estremecimento intenso daquilo que é vivo.

E vai por dentro um farfalhar de borboletas.

Deve ser isso. Sim. Estou voltando prá mim...


Claudia Gadini
24/10/05
Claudia Gadini
Enviado por Claudia Gadini em 12/11/2005
Código do texto: T70416


Comentários

Sobre a autora
Claudia Gadini
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
319 textos (55667 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/08/20 08:56)
Claudia Gadini