Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Injúrias (e muito mais...)

Saudade
     não esquece de machucar
       arde, corrói e dilata
   
    C
      A
        I
                     volta mas não morre jamais!

Maldade
     até perder de vista
       cura, ama e excita

    V
       A
          I

                     finje de cego pra ver mais!

Piedade
     ato demasiado fraco
       acaba, rebaixa, é fato

    S
      A
        I

                   perdoa por frente e mata por trás!

Verdade
     mentira! calúnia, maior não há
       Quem é? Onde? julga...

     P
       A
         I
     
                Me diz como ela se faz?

Saudade da minha maldade,
Piedade da vossa verdade!
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 19/03/2005
Código do texto: T7046


Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
958 textos (33122 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/06/20 22:53)
Júnior Leal