Capa
Cadastro
Textos
┴udios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

╔ TARDE

A tarde ameniza as palavras duras,
pois vai despejando a água fria no fogo,
igual se vê o sol, que no mar, vai se pondo,
Preparando o céu  pra chegada da lua.

Que pena! Só acontece quando já é tarde.
Não se tem mais água,nem fogo ,nem nada!
O amor sufocado só enxerga a fumaça.
Agora, a cor melancólica é que invade

Que cena! Pois nessas palavras imundas
me fez  esquecer o ritmo do mar calmo,
enterrando o amor a mais de um palmo
de seguidas tardes com noites escuras.
Naldo Coutinho
Enviado por Naldo Coutinho em 12/11/2005
Reeditado em 13/11/2005
Cˇdigo do texto: T70562
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Naldo Coutinho
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
114 textos (7134 leituras)
(estatÝsticas atualizadas diariamente - ˙ltima atualizašŃo em 23/02/18 17:44)
Naldo Coutinho