Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desilusão

Fragmentos de memória
Seguem uma trajectória
Imagens voltam, a mente
Numa  calma aparente

Humanas contradições
O amor suas definições
Um coração que ama, é leal
Num corpo físico ligado ao astral

Busca encontrar uma razão
Um canto para encher
A vazia solidão

Uma hora marcada
Nem adianta nem é atrasada
É sempre pontual
Em distancia e tempo real

Um tripulante num nau perdido
Liberta seu grito contido
Que grita ao infinito
Testemunham sua dor
O céu o sol seus raios de calor

Os ventos e as ondas do mar
É seu triste grito reafirmar
Jurando com todo seu ser
Jamais esquecer ou deixar morrer
O que mora e vive dentro do coração


Quitéria
Enviado por Quitéria em 23/10/2007
Reeditado em 16/02/2010
Código do texto: T705892
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dona). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Quitéria
Goiânia - Goiás - Brasil
213 textos (34857 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 02:01)
Quitéria