Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nazaré


Já te vi andar de trem
Saveiros de velas brancas
Tremulando ao vento
Tudo isso é passado
É quase esquecimento
Nazaré do Rio Jaguaripe
Que vive cantando e correndo
Deslizando nas pedras da ponte da Conceição
Nazaré do meu coração
Terra querida
Que mim trouxe o sopro da vida
Nazaré que vou te dizer
Se tudo que lembro de você
Ficou num tempo distante
Ficou numa viajem de navio
Então minha querida cidade
Voce que viu minha infância
E também a mocidade
Nas madrugadas sem dormir
Quando eu quis partir
E você me disse: vá embora...
Siga seu caminho
Você nunca estará sozinho
Vá conhecer outros lugares
Outros amores outros ares
Quem sabe um dia você volta
E me conta num poema
Tudo o que valeu a pena.

Charlie Augusto
Enviado por Charlie Augusto em 24/10/2007
Código do texto: T707707

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Charlie Augusto
Santo Amaro - Bahia - Brasil, 60 anos
33 textos (519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 15:52)
Charlie Augusto