Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imagens distorcidas

Hoje recebi uma video-mensagem. Enquanto eram exibidas cenas de guerras, bombas que mostravam os efeitos das olgivas nucleares foi ainda possivel controlar-me. Mas, de repente, começaram a aparecer crianças...muitas crianças famintas, esqualidas!
Uma delas ainda volta a todo instante em minha mente: um pequeno africano do tamanho do meu filho, sendo devorado ainda vivo por moscas varejeras e perto dele um abutre esperando o almoço!
Aquelas cenas a medida que se passavam, me causavam uma profunda repulsa, um asco de nós!
Nós sabemos de tudo isso, mas é preciso que alguém nos jogue na cara cenas de flajelo humano pra nos comover! E eu me pergunto se o "amigo" que me enviou esta video-mensagem antes de me envia-la, procurou saber quem era aquela criança? Se ele saiu e foi até a favela mais próxima, se pelo menos parou e falou com Deus. Ou simplesmente passou pra frente, talvez no final do video ouvesse alguma ameaça do tipo: - Se vc. não mandar pra 30 pessoas vai te acontecer algo muito ruim!  Mas o que me pergunto é se :tem algo pior do que ver uma vida em total abandono, social e humano!?
Eu me sinto envergonhada por ser eu nada! Por não fazer nada! Por
deitar- me debaixo do meu edredom, com meu estomago cheinho, meu vinho fazer uma prece hipocrita pedindo pelos que sofrem e depois adormecer como se a culpa também não fosse minha...
Como se a miséria e a fome fossem direito reservados de Africanos, muçulmanos!  Como se não houvesse fome e miséria aqui do meu lado!
E então meus pensamentos me levam a ter convicção do tamanho da minha mediocridade,  da minha impotência, da minha hipocrisia e da minha imcapacidade de ser humana, de ser humano!
E assim nesse breve lampejar de consiencia,percebo quanto sou vazia, quanto nós somos vazios pois ninguém vai ler o que eu escrevi se estiver com seu filho faminto, sujo e ignorado num canto qualquer do mundo.
E ai me vem a consciencia de que aquelas crianças são meus filhos negados, são meus filhos esquecidos os filhos que deixo pelo mundo..
e que a visão da minha vida e da sua, são imagens distorcidas!
Cristhina Rangel
Enviado por Cristhina Rangel em 25/10/2007
Código do texto: T709831
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cristhina Rangel
São Paulo - São Paulo - Brasil, 47 anos
1085 textos (28037 leituras)
19 áudios (664 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 01:52)
Cristhina Rangel