Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

     AZUL SAFIRA

Tez
nata clara da cor,
pétala rosa
rara terna do amor.

Anjo
celeste,
estrela d'alva
minha fada menina de mechas longas
amareladas,
que graciosas descem
pelas espátulas do teu corpo aneladas.

Pedra
preciosa,
meu azul safira,
seja lá onde for,
verás que o idílico vôo do beija-flor,
carrega o sacrossanto nécta da flor, 
mas não te deixes levar pelas aparências do mundo?
Leva-a a dois infinitos: o da vitória e o da dor.

Vêde então
fada flor,
25 de dezembro de Jesus Salvador,
tempo da vida existida
em que o prelúdio do amor tua face beijou,
quando vagas lembranças restarem do pai poeta da era "piegas retrô"?

Creia, 
só o altruísmo,
a fé e a justa verdade do amor,
fá-lo-á tão bela
na mais bela  sempiterna humana da flor.

NOTA: DEDICO-O A MINHA FILHA MARIANA SAFHYRA.

serraomanoel - slz/ma - trinidad - 24.10.2007.
serraomanoel
Enviado por serraomanoel em 26/10/2007
Reeditado em 30/10/2007
Código do texto: T711534

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
serraomanoel
São Luís - Maranhão - Brasil, 57 anos
1502 textos (162040 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 00:08)
serraomanoel