Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TESTAMENTO

Demétrio Sena - Magé

Eu entendo de fins como a dor de gemidos,
vejo adeuses nos olhos distantes ou perto,
quando vejo cupidos percebo que que trazem
algo além de seus arcos e de suas flechas...
Sinto cortes ou fendas que sangram de mágoa,
lá nos risos e surtos da felicidade,
leio a queda no ato em que se traça o voo,
como tenho saudades de quem não partiu...
Minha vida se fez entre os muros da morte,
jogo a sorte no sonho que trago acordado,
meu futuro é passado já desde o presente...
Sei andar iludido e saber da ilusão,
pois entendo que amar pode ser solitário,
perder chão é rotina dos meus pés descalços...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 15/01/2021
Código do texto: T7160526
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
3665 textos (79469 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/05/21 22:41)
Demétrio Sena