Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESALENTO

                                   DESALENTO

                     
                        Não mais encontrei a paisagem
                        perdida nos sonhos

                        Cansada de anseios
                        procurei as sensações
                        mortas, sentidas da espera.

                        Embrenhei sem rumo
                        na caligem do tempo
                        Voltei com o nada
                        nas mãos que se abrem,
                        vazias.
                       
Celisa Diniz Corrêa
Enviado por Celisa Diniz Corrêa em 01/11/2007
Reeditado em 21/10/2010
Código do texto: T718556


Comentários

Sobre a autora
Celisa Diniz Corrêa
São Paulo - São Paulo - Brasil
47 textos (2591 leituras)
1 áudios (110 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/03/21 19:50)
Celisa Diniz Corrêa