Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NEM MORTA

Tu dizes que pra amar

É preciso sofrer.

Eu te digo que amar

Só se aprende amando

E que se sofre por escolher.

Amar não se escolhe:

Ama-se e é tudo.

E não é pouco.

Sofrer é um nada

Que por falta absoluta

De outro  melhor escudo

Nos “protege” do vazio,

E mantém a mente ocupada.

Se queres sofrer, te digo:

A escolha é tua, exclusiva.

A minha, meu caro amigo,

É continuar amando o amor,

Sem exigir que me amem de volta.

Isto me torna viva.

Sofrer – te adianto – nem morta!

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 01/11/2007
Código do texto: T719409

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 55 anos
722 textos (158527 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 03:14)
Débora Denadai

Site do Escritor