Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Felina!

Poema a três mãos: Jorge Luiz, Paulo Almeida e Carmem Lúcia)

Onça pintada, pantaneira,
parda permeando sombras
de mil alcovas.
Onça pantaneira, parda
como a pele suada
de seus muitos amantes.
Felina, matreira - fêmea!
não se conquista na bala,
não se vence no chicote,
não se curva com berros.
Ama, entretanto, a navalha
da baioneta rompendo suas carnes.
Goza, entretanto, com varas
e ramos e espinhos
a rasgar o seu corpo.
Eu, caçador de meus sonhos,
hei de persegui-la com mimos e acepipes,
hei de fazê-la ronronar - satisfeita!
sentindo o rígido de minhas carnes
em sua boca gulosa...
Carmem Lucia
Enviado por Carmem Lucia em 03/11/2007
Código do texto: T721752
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carmem Lucia
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
1020 textos (45106 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 00:57)
Carmem Lucia