Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ADEUS DERRADEIRO!
________________________________


Ilude-me o seu olhar neste fim de noite!


A luzente força que se exprime em seu fito desajeita meu corpo!...


E nada consigo fazer com as tentativas inócuas revelando a minha morbidez!

Soergo os meus olhos que se prendiam ao chão para mirar outro porto de esperança,

mas o lenitivo imaginado fora apenas outra ilusão!


 Piscam-se vaga-lumes no entardecer de um sonho sonhado sem sono!


Iludido que fui na aresta da minha alma,

contrariando um tiro no esplêndido infinito,

aproveito para calar meu coração com um adeus derradeiro!


©Balsa Melo

15.03.06

Cabedelo - PB



BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 03/11/2007
Código do texto: T721979
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87935 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 23:16)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)