Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OLHINHOS DO MEU AMOR


Olhando meu amor... Quieta... E o seu olhar,
Então me vê e fita meu olho. Eu, todo sem jeito...
Rápido o recolho e devagar o levo ao peito,
Como se ali, bem, os fingisse acomodar.

O nosso olhar sabe um do outro e sem pudor.
Mas, o sabor de colhê-los, como foi feito
Não há no mundo momento mais perfeito
Que o olhar dela brilhando à indiscreta cor!

Meu olhar vem... Devagar encontra o olho teu!
Que sorrindo diz: Tava me olhando? Digo: Eu?
(Ao sorrir ela apequena os olhos que já sois!).

Esse meu Amor! Tem tantas belezas diferentes
Que não sei, se os olhos quietos ou sorridentes
Têm mais encanto que os olhos de nós dois!
O FEIO
Enviado por O FEIO em 03/11/2007
Código do texto: T722256

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O FEIO
Juazeiro - Bahia - Brasil
284 textos (9551 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 04:03)