Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPO PARA VIVER UM TEMPO NOSSO!


Cresce o tempo neste longevo pensar e
envelhece as minhas carquilhas
quase obsoletas narrando
um abismo no olhar!

Horas a fio!

Sentido sentindo
sentimentos sorvidos na
palma da mão e enrolados dentro da
tulha que traduz não ser aquilo que ressente
o sinal de adeus acenado com o suspiro ofegante!

Nasce outro tempo!

Tempo temporizando o matar do tempo
na cruel navalha que não sangra pelo corte que faz,
mas pelo medo que provoca toda vez que ameaça cessar!

Vida!

Tempo!

Tempo de vida!

Vida do tempo!...

Em mim!

Em nós!

Dois mundos em um só tempo
da vida vivendo para morrer a vida do tempo!

©Balsa Melo
05.04.06
Cabedelo - PB
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 05/11/2007
Código do texto: T724441
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87945 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 22:25)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)