Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Questionário Íntimo

Numa miragem de um poento caminheiro
do deserto do não-amar,
um poema não se fez inteiro...
Faltou o bom verso para rimar?

Agora está ausente
nos meus tantos tempos escassos,
ou apenas não está mais presente
nos meus loucos e pequenos espaços?

Sabia-me perdido do meu norte,
sabia-me tão sem rumo assim...
Por que não soube que, contigo, em má sorte,
me perderia, assim tão dentro de mim?
 
Antonio Maria S Cabral
Enviado por Antonio Maria S Cabral em 05/11/2007
Reeditado em 08/09/2010
Código do texto: T725049
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Maria S Cabral
São Luís - Maranhão - Brasil
1277 textos (157345 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 12:12)
Antonio Maria S Cabral