Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAR

Ontem à noite o cheiro do mar entrou pela janela
Invadiu a casa arrebatou meu coração.
Foi irresistível - o mar sempre é.
Fui até ele, enfeitado de neblina
Adornado com fabulosas estrelas
Entoando sua fantástica canção.
Estava lá, nervoso mas não impiedoso.
Era dia do Santo Guerreiro, porém, ele me falou de paz
Uma paz que eu só tenho às vezes,
Que eu encontro de vez em quando.
Ganhei de presente uma estrela cadente
E então, entendi porque o mar me chamou.

24/04/2006
Deusa Urbana
Enviado por Deusa Urbana em 06/11/2007
Reeditado em 02/10/2017
Código do texto: T725170
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deusa Urbana
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
108 textos (4195 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 10:11)
Deusa Urbana