Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIVIDINDO VOCÊ COM MINHA SOLIDÃO!

 
*************************

A noite silencia os passos que

vagam com o meu corpo em retirada!

Caminhos estreitos,

mas longevos!


Portas abertas fecham as oportunidades!...


Contraditório é o óbvio obvindo o desentendimento!


Axiomático sentir que não sai sem avisos!...


Reclama a sua atenção mesmo na despedida!


Balbucia fracassos com o tinir dos gritos da perda porque é muito difícil perder e ser perdido!...


Em qualquer coisa existirá a impressão de algo registrado e

algo que ficou sem ser vivido!


Os passos que tanto causam o sofrimento para os pés,

aos olhos,

ao corpo e ao

coração!... embora inertes,

martirizam-se no confinamento da farta falta de espaço!


Fez-se presente a sua ausência e

é dolorido esse vazio,

é insana essa saudade que não me deixa dormir!...


Algumas vezes tenho medo de pregar os olhos e

perder você para sempre,

talvez por isso resisto sonhando acordado...

dividindo você com a minha solidão!


©Balsa Melo


09.05.06


Cabedelo - PB

BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 06/11/2007
Código do texto: T726390
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87945 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 23:48)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)