Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Moça da chuva



Moça que passa sob os pingos da chuva.
Passa empinada, todo molhado o vestido.
Passa por mim, e segue sem perceber,
Que da janela sinto seu passar atrevido.

Passa moça molhada da minha chuva.
Pingos que caem após minha janela,
E no passo que avança em seu caminho,
Lentamente vai deixando de ser tão bela.

Pois o que a faz ser a moça que passa,
É a minha chuva que turva a vidraça,
Não cessa a chuva e não passa a moça
Cessa-se a moça, suga da chuva a graça.

Pois toda a beleza da chuva que cai,
Repousa na moça, ser a que passa,
E quando some na vidraça da janela,
Já não é mais da minha chuva a moça.

                                   Stelamaris Cabral


stelamaris
Enviado por stelamaris em 06/11/2007
Código do texto: T726464
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
stelamaris
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
134 textos (3267 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 02:59)
stelamaris