Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NO SÓTÃO

Tempestade.
Ventania.
Ouço barulhos
no sótão.
Um andar?
Um caminhar?
Atônito fico.
Escondo-me
detrás das grossas cortinas.
Tudo em silêncio.
Somente o barulho
do vento e da chuva.
Começo a me tranqüilizar.
Novos barulhos.
Mais fortes.
Janelas a baterem.
A luz se apaga.
Trêmulo.
Tomo coragem.
Acendo uma vela,
após várias tentativas.
Vacilante.
Indeciso.
Subo a escada
que me levará ao incógnito,
pé ante pé,
deslizando sobre as tábuas corridas.
Abro a porta,
bem devagar,
sem ruídos a fazer.
Espanto-me!!!
Encontro
os meus Fantasmas
a fazerem um tudo
com meus pensamentos,
com meus sentimentos,
jogando-os todos pro alto,
pra quando caírem,
caírem de pernas pro ar.
Edilmar Amaral
Enviado por Edilmar Amaral em 07/11/2007
Código do texto: T726857

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edilmar Amaral
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
326 textos (4362 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 01:04)
Edilmar Amaral