Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Pedras escolhos do alento
Entraves à idealidade
Recusas à solidez
Tropeções na tirania
Calhaus tortos desumanizados
Que se encontram todos os dias.
E de tanta pedrada suportar
E em outras encalhar
E tanta que me faz tombar
pelos trilhos da vida
Em pedra me instituirei
Serei mais uma empedernida
e ai me desagravarei
dos colisões que levei
cujos agravos não cicatrizei.
Das feridas que se detêm vivas
Mas antes de tal evento
Tentarei um artefacto
Atirarei uma pedra ao charco
E aguardo ouvir o seu fragor
Talvez consiga assim estremecer
Um mundo que é adverso
O meu.

T,ta
07-11-2007
12:07
Tetita
Enviado por Tetita em 07/11/2007
Reeditado em 23/11/2007
Código do texto: T727058

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tetita
Setúbal - Setúbal - Portugal
1397 textos (81102 leituras)
65 e-livros (5632 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 22:10)
Tetita