Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALFINETE


Lembro de olhos
onde se acenderam brilhos
alardeando espantos.
E de gestos retomados,
como memórias preciosas
resgatadas aos cofres frios
do desinteresse necessário.
Lembro de calor
murmurado em  palavras roucas,
sublinhando momentos
de intensidade doce.
E de encantamentos,
esculpindo em luz coada
a glória  renovada
das carícias mais simples...

( A memória
como um alfinete,
espetado num mapa... )


Novembro, 2007
Henrique Mendes
Enviado por Henrique Mendes em 08/11/2007
Reeditado em 09/11/2007
Código do texto: T729460

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Henrique Mendes
Montijo - Setúbal - Portugal, 61 anos
290 textos (14374 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 04:14)
Henrique Mendes