O estilhaço do sorriso

Eu sempre fechei meus olhos

Eu estava com medo de ver a realidade Sabe o que vejo?

Um mundo distorcido e quebrado, neste mundo, me vejo como um herói

Diante de um monstro que ao mero balançar me matará, ao meu lado está a morte sorridente dizendo; como você se sente? O que acha? Divertido? Aliviado? Feliz? Sim, tu caístes

Seja bem-vindo a uma jornada cheia de miséria, vamos a primeira gargalhada é de graça, quando olho para a frente novamente, não há mais nada, apenas uma terra moribunda e um céu ensanguentado

O meu reflexo geme e sangra sobre ele, por um instante um brilho me ofusca, Mas logo só há sombras

De repente ouço um barulho horrendo é o meu reflexo rindo enlouquecidamente

Yuri Cabral
Enviado por Yuri Cabral em 24/07/2021
Código do texto: T7306392
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.