Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONTO FINAL

Amanhã, nesta hora, te amarei bem menos,
porque minha cabeça reclama o comando,
quer que tire minh´alma da linha-de-frente
para ver se com isto reponho meu brilho...
Bastarei ao que sou, sem sentir solidão,
pois os contos de amores perderam fascínio;
sei que juras precedem seus juros lendários
que nos matam silentes penhorando a vida...
Comecei a ter forças pra me combater
e depois te arrancar do meu chão ressecado;
a partir desta hora me amarei bem mais...
Nunca mais me acharão pra pintar de feliz;
pra voar pelo abismo acreditando em céu,
só pra ter uma queda cada vez maior...

Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 12/11/2007
Código do texto: T734222
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3149 textos (63174 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 12:21)
Demétrio Sena