Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEREIA

Belo dia.
Sol a pino.
Quente.
Escaldante.
Insinuante.
O Corpo Suado.
Belo.
Musculoso.
 Sensual.
A areia
da praia
mais brilha.
A água do mar
mais se agita.
A lua
até dá uma espiadela.
As gaivotas
estão a planar
Nem vento há no ar.
Todos alertas.
Atentos.
O mundo conspira.
Ouve-se
um canto bem longe.
O Corpo Suado
mergulha
nas águas ariscas,
geladas do mar.
Nada.
Vai pra longe. Muito longe,
Como se algo estivessse a chamá-lo.
Desaparece. Some.
Não volta.
O sol cai.
Nenhum sinal.
O Corpo Suado
Belo.
Musculoso.
Sensual.
Fugiu com uma Sereia,
hipnotizado pelo seu canto
e foi pra águas profundas
se esconder lá.
Edilmar Amaral
Enviado por Edilmar Amaral em 13/11/2007
Reeditado em 17/11/2007
Código do texto: T735647

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edilmar Amaral
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
326 textos (4362 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 17:40)
Edilmar Amaral