Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOB A LUZ DO LUAR

Ó tu
lual da pátria
amada Maranhão,
que flameja à noite
no céu de Alcântara,
e que amanhã de estrelas ilumina o Japão.

Quem 
dera pudera eu amarrá-lo ao boldrié celeste dos meus beijos!
Se teu viver é a noite e não o dia!
E o desejo de ser é o vai e vem do mundo num bailar sem fim.

Dias a fio me dói no peito um mêdo danado de quê te afastes daqui,
uma ânsia de que me percas de ti!

Oh!
lua do céu estrelado
das noites de Alcantâra,
teria eu certeza de que nada iria mudar, se pudesse tu diante
de mim solteira, sóbria jurar por amor ficar amante no mesmo lugar?

Mas
quem disse que tu ficas!
Quem disse que o amor existente em vós é amor de luar?

O
amor 
de quem vos falo, só se fortalece
quando dele ainda que distraído
não se esqueceu o luar de amar. 

Só o amor é a fortaleza,
a força motriz que faz  o mundo girar.

Se amor teu não há? Sob os céus de Alcantâra sempre haverá um amor de luar!

SERRAOMANOEL - SLZ/MA - TRINIDAD - 14.11.2007. 

 


SERRAOMANOEL - SLZ/MA - TRINIDAD - 14.11.2007.
serraomanoel
Enviado por serraomanoel em 14/11/2007
Reeditado em 14/11/2007
Código do texto: T737608

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
serraomanoel
São Luís - Maranhão - Brasil, 57 anos
1502 textos (161972 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 17:29)
serraomanoel