Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por que? Por que?

As palavras ferem, cortam como aço, doem.
Elas arranham o coração, encravando-se nele.
Aquelas que esperamos ouvir, dos mesmos lábios,
quando surgem, jorram em ira, dolorida, muito dolorida.

Onde está o amor, o carinho, a vida, - onde está?
Quando a alma espera, aguarda um pedido, clama
para que lhe digam: - Fica - mas recebe raiva, dor.
Ouve da ilusão, do inverso do bem, do amor, do prazer.

O que rodopia neste ar? Por que tanto espernear?
Se nada existe. Se tudo é ilusão, não há a perca...
Pelo menos não fora deste coração que chora...
Essas palavras, corroem como ácido. Cortam.

O desatino corta o coração da alma neste momento.
A dor lacinante abandona a razão, e perdida...
sem compreender, sem saber, sem entender,
a alma só consegue perguntar: Por que? Por que?
Maria
Enviado por Maria em 16/11/2007
Reeditado em 16/11/2007
Código do texto: T739348
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4823 textos (194948 leituras)
1 e-livros (121 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 13:04)
Maria

Site do Escritor