Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ZÉ TUMULTO & os AMANHEÇ'ANTES

Ebrilóide
o viajante dorme na caminhada
homem-tigre vazando o líquido
sagrado da existência
nas mãos repletas de chamas
dos Anjos Glamourentos
vigias do Amor e da Magia, sabe o segredo:
o mapa das terras encantadas
só brilha no escuro da noite

guru frustrado morrendo de fome
na porta das boites
assassino do Verbo acariciando cabelos
da mulher caida do automóvel
peixificado
do abismo das colunas sociais

o Anjo Cosmético rosna
resvalado pelo operário
de tapa-olho e perna-de-pau

Mas nem tudo é dor
nós apenas passamos
o arco do violino nas veias

Zé Tumulto foi um de nós
andava com o rosto de Putaria Santificada
no meio daqueles que confabulam com a Desgraça
nos bares suspeitos à meia-noite
e era a sempre-vítima
guiava viajantes rumo aos Portais do Porvir
onde guardiões-bichas e gagás
zombam dos que chegam em trapos

Enquanto o povo lambe gotas de luz
viandantes pontilham o sol nascente no violão

2

Zé Tumulto é o chefe
dos viajantes sem rumo
o mongolóide-mor
lhe deve o produto
das esmolas
o galo-Pi se despe
transformando-se
em homo cyber_sexus
glória do lixo

Quem sabe se mulheres virão
do fundo dos sentidos?
ir atrás
deslizar
até onde haja abismo
na gilete da fome
átomo do Dilúvio
Eriko y Alvym
Enviado por Eriko y Alvym em 16/11/2007
Reeditado em 15/08/2012
Código do texto: T739793
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ERIKO ALVYM e www.erikoalvym.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eriko y Alvym
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1310 textos (32840 leituras)
8 áudios (1083 audições)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/17 22:45)
Eriko y Alvym