Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INSÔNIA

Insônia


A noite era um bicho no meu pensamento
Um lobisomem cabeludo escondido
Atrás da porta do meu quarto
E eu praguejava por o sono ter perdido

E em ti não conseguia nem pensar
Na profundeza do cansaço tão tardia
Sobre o passar do dia amargo turbulento
No stress e corre corre do dia a dia

A noite era feia e eu estava sozinho
Era hora do nocaute que um amigo recomendou
Para que no turbilhão de medos e ânsias
Fosse o bálsamo para o que me aflorou

O calor fez sua parte me cutucando
E o ventilador que deixava a cortina pejada
Só soprava vento quente com hálito de deserto
Era incomodo era insônia era cama suada

Comecei a ficar sonolento, o bicho fugiu
Relaxei e comecei a agradecer ao nobre Galeno
Você começou a encher meus espaços
Não medo, nem deprê, só você e um sono ameno... (Dormi)
BARRET
Enviado por BARRET em 17/11/2007
Código do texto: T741516
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BARRET
Salvador - Bahia - Brasil
797 textos (72298 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 23:35)
BARRET