Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pobre Espelho...

Espelho, espelho meu,
Tem alguém que sofre mais do que eu?

Ainda vivo trovando em horas mortas
E fazendo versos de amor para musas...
Mas, ai de mim! Já nenhuma se importa!

Não sei o que houve,
Mas o amor já é outro,
E ninguém me ouve...

O tempo passou e eu não soube.
Mas a poesia já é outra,
E ninguém me ouve...

Espelho, espelho meu,
Tem alguém que sofre mais do que eu?

“Tem! – berrou o espelho, de raiva a refulgir -
“Eu, que sou obrigado a te ouvir!”
Antonio Maria S Cabral
Enviado por Antonio Maria S Cabral em 19/11/2007
Reeditado em 13/09/2008
Código do texto: T743525
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Maria S Cabral
São Luís - Maranhão - Brasil
1277 textos (157338 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 21:37)
Antonio Maria S Cabral