Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO É DIFÍCIL DIZER-TE ADEUS!

Dizer-te adeus!

É banhar de seiva sem aroma.
É vestir o terno sujo de linho branco.

Dizer-te adeus!

É chorar sem torrentes de abril.
É  chapéu sem o panamá à cabeça.

Dizer-te adeus!

É te abraçar sem poder sorrir.
É te beijar sem poder tocar.

Dizer-te adeus!

É sair por ai
sem eira e nem beira.
É ser pária sem meia morada,
sem morada e meia, sem amor por ai.

É 100 + 100!
É sem mais cenas de amor que eu não sei? 

No dizer do adeus?
Fui morar na solidão das gavetas,
Fui viver na escuridão dos armários.

Fui eterno contigo?

SERRAOMANOEL - SLZ/MA - TRINIDAD - 21.11.2007.
serraomanoel
Enviado por serraomanoel em 21/11/2007
Reeditado em 21/11/2007
Código do texto: T745634

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
serraomanoel
São Luís - Maranhão - Brasil, 57 anos
1502 textos (161928 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 04:42)
serraomanoel