Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Procura


Procura
Incansávelmente
Ininterruptamente.
Como se houvera sido.
O sonho mais querido,
que foi perdido.
Procura.
Porque é essência de vida.
Nunca a demanda pode parar.
Enquanto vida existir.
Força e alento para o fazer.
Procura sempre.
Vibra a descobrir.
Incansávelmente.
É vital.
Fazemo-lo, logo ao nascer.
Quando, o seio da nossa mãe.,
o primeiro alimento, se vai procurar.
Ai começa, a grande odisseia.
A epopeia, que esta a despontar.
E enquanto houver vida,
não vai acabar.
Do forte íman de atracção,
dentro de nós aninhado,
que atrai ferro pesado.
Assim é a nossa aventura.
Não nos deixa serenar.
Nem isso se deseja fazer.
A vida, é uma constante procura.
Busca corajosa, que captura.
Afadigadamente.
O que a mente ordenar.
Procurar, para sobreviver.
Procurar, para o conhecimento
Procuram-se caminhos.
Procurar um companheiro amante.
Um amigo fiel e confidente.
Socorro para um doente.
Ter sempre dentro de nós,
o alo fresco que é alento.
Procura-se nos prados frescos.
A flor do amor, fresca e vibrante.
Que é a nossa alma errante.
Prontinha para se doar.
Procura-se serenidade.
A fé, o amor e a esperança.
Sentimentos de bonança,
generosidade, confiança.
lealdade e exultação.
Procurar?
Fazemo-lo todos os dias.
E só termina, quando termina a vida .
É a essência da nossa vida

De t,ta
17-11-07

Tetita
Enviado por Tetita em 21/11/2007
Reeditado em 22/11/2007
Código do texto: T745722

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tetita
Setúbal - Setúbal - Portugal
1397 textos (81096 leituras)
65 e-livros (5632 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 06:32)
Tetita