Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

soma

Sou a soma de mim mesma.
A criança de cinco,
A menina de dez,
A adolescente,
A jovem, de vinte anos.
Também sou a mulher de trinta,
E trinta e cinco,
E quarenta anos.
Sou todas, dentro de mim.

Cada dia é somado
Ao dia anterior.
Cada mulher que fui,
Continua sendo,
Somada à mulher que sou.

No entanto
Elas estão em mim,
Mas não estou eu nelas.

Triste é aquele
Que mata a criança,
O jovem, o adolescente,
Dentro de si.

Porque perde a oportunidade
De compreender o outro,
De vivenciar o seu eu no outro.
Espelho da sua alma.

A criança é seu estranho.
O jovem é seu estranho.
As emoções e descobertas,
O espanto, não fazem mais
Parte de sua natureza,
Como já antes fizeram.


Maria da Glória Perez Delgado Sanches
Membro Correspondente da ACLAC – Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências de Arraial do Cabo, RJ.

Conheça mais. Faça uma visita blogs disponíveis no perfil: artigos e anotações sobre questões de Direito, português, poemas e crônicas ("causos"): http://www.blogger.com/profile/14087164358419572567
Pergunte, comente, questione, critique.
Terei muito prazer em recebê-lo.




Maria da Glória Perez Delgado Sanches
Enviado por Maria da Glória Perez Delgado Sanches em 21/11/2007
Reeditado em 02/08/2012
Código do texto: T745808
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria da Glória Perez Delgado Sanches
Itanhaém - São Paulo - Brasil
350 textos (398723 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 02:25)
Maria da Glória Perez Delgado Sanches