Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Pisadas na areia da beira mar

 

Gosto de passear à beira mar.

E na areia molhada pisar.

Sentir, o vai vem das ondas.

A molharem os meus pés

E eu aos saltinhos, fugindo delas.

Gosto da areia, molhada, macia.

E deixar ali as minhas marcas.

Firmes e fundas.

Para que, o vai vem das ondas.

As não apague imediatamente.

Às vezes, volto para trás.

E jogo com o mar.

A brincar

com as minhas pegadas,

marcadas, firmes e profundas.

 Repiso-as e afundo-as.

Mais, mais, cada vez mais.

Deliciosamente refrescantes.

Quero ali deixar as minhas marcas

Sei que só por alguns momentos.

E, quem quiser, as puder pisar.

Mas, depois prosseguindo o meu passeio.

Olho para trás, de repente.

Assim, como quem assusta gente.

E, delas apenas, o vai vem do mar.

Sem marcas para repisar.

Perdi o jogo com o mar. 
ou as minhas marcas
preciso de as reformular.

T,ta

 

Tetita
Enviado por Tetita em 21/11/2007
Reeditado em 22/11/2007
Código do texto: T746357

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tetita
Setúbal - Setúbal - Portugal
1397 textos (81086 leituras)
65 e-livros (5632 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 16:51)
Tetita