Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO SE MATA O AMOR

Diz meu professor.
Que no coração da gente ocupa o mesmo espaço...  o ódio e o amor.
Será que ele está certo, ou não?
Como vamos entender as coisas do coração?
Mas quando se mata o amor o coração fica tão alquebrado.
Parece que tudo está acabado.
Parece que ele vai ser sepultado.

Quando se mata o amor fica tamanha a dor...
Tamanha a dor...

A impressão que temos é que vamos todo dia a um velório...
Até que os dias passem...
Até que novos dias nasçam mais azuis.
Até que borboletas cheguem enfeitando nosso céu.
Até que colibris façam festa.
A dor vai ficando enterrada no fundo e começamos de novo a achar lindo o mundo.

Quando se mata o amor é preciso muito vigor.
Uma nova estrada precisamos trilhar.
O passado enterrar.
Não sei se o ódio e amor ocupam o mesmo espaço.
Só sei que é preciso mudar nosso estilo de vida, dar um novo passo.
SONIA DELSIN
Enviado por SONIA DELSIN em 22/11/2007
Reeditado em 12/04/2011
Código do texto: T747315

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SONIA DELSIN
São Carlos - São Paulo - Brasil
4795 textos (81394 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 18:19)
SONIA DELSIN