Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Ânsia

Páginas em branco
Folhas e mais folhas
Linhas e mais linhas
Como dói para o poeta ver seu caderno vazio
Surge nele o desejo de escrever
Escrever linhas e mais linhas
Pensamentos, sensações, ambientes
Tudo
Escrever a vida
Escrever de tudo
Sinto a ânsia da criação
O desejo de construir
Edificar
Montar
Ocupar

Os espaços vazios
De meu caderno

Anjo Enfermeiro
Enviado por Anjo Enfermeiro em 22/11/2007
Código do texto: T747448
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Anjo Enfermeiro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
198 textos (6752 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 04:29)
Anjo Enfermeiro