Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARA LOTEAR O MAR

.
Amou com tal ímpeto que, no abandono foi ao mar se queixar; consolar
sua pena ainda grande eis pequena - colosso a espraiar...
Junto ao mar prostrou-se; uma oração a mais...
Sutil promessa para ela voltar
Nuances de pensamento tangenciadas pelo vento devoram todo o instante;
emolduram com viço o momento;
Sol no máximo fulgor desabilitou até o calor...
Tempo arredio! Passa, marca, trapaça...Agora é tempo de estio;
sem demora, a atmosfera franze o cenho; cântaro a jorrar...
Se quiser chover, que chova; debalde, chova canivete
estará ali plantado, plasmado na lembrança daquele olhar,
emoldurado pela grandeza do mar, à espera do retornar
Há pouco o pássaro pousou; a água bicou: - tem sal demais, pra beber não dá,
apenas as plumas molhar, refrescar; arrefecer da jornada o cansaço
Cumprindo sua sina, aves de arribação por sorte encontram um norte
doce verão, guarida e comida; inverno cheira morte...
No auge da preamar calmaria é constatação
Propriedade incomum, sem cancelas pra fechar ou chancela pra se adonar...
Indelével usucapião
Permita os deuses dos céus não haja possibilidade de lotear o mar;
sempre há um louco pra comprar.
.
by jorge-arildo
.

jorgearildo
Enviado por jorgearildo em 24/11/2007
Código do texto: T751315

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jorgearildo
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
105 textos (2511 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 00:45)
jorgearildo