solidão...

vivo com a saudade nas mãos

e o afecto no coração...

...e ambos tão sós,

sem carinho,

emoção,

são o campo àrido

onde planto a solidão.