Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem sabe Ele que das coisas sabe...



                             “ao meu pai, que padece com enfisema pulmonar”

A cada dia que passa
sinto que estou te perdendo...
Vejo-te frágil, com medo da morte.
Você, antes forte, agora, tão acabadiço.

O corpo jovem ficou velho
na sua carcaça adoeceu,
com o tempo apodreceu.
Seu pulmão tornou omisso.

Quem de mim com capricho cuidou
Agora, a cada dia, morre devagar...
Sufocado, vive a procura de ar.
Percebo seu corpo quebradiço.

A dor e aflição é você que sente.
De angústia e impotência diante
do caso quem padece sou eu.
Agora, refém de Deus, submisso.

Quem sabe Ele que das coisas sabe
Salva seu corpo de todas as chagas.
Faça que com viva melhor, sem dor,
E, neste seu triste olhar, ponha viço.
IVAN CORRÊA
Enviado por IVAN CORRÊA em 27/11/2007
Código do texto: T754998
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Deve citar a autoria do texto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
IVAN CORRÊA
Catalão - Goiás - Brasil
3127 textos (79250 leituras)
5 e-livros (155 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 20:00)
IVAN CORRÊA