Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carinhos

A tempos não me sentia assim,
Vivo... sem medo de me jogar
Sentindo algo, dentro de mim,
A pressão do coração pulsar!

Como pode ser tão especial,
Ao ponto de me fazer sonhar.
Ter tanto amor, dentro de si,
O suficiente, pra nos fazer amar.

De onde vem tanto brilho?
Quanta luz a me cegar.
Simples beleza feminina,
Deixa a lua, a lhe invejar.

Ainda sinto teu carinho,
Tua voz a me guiar.
Aturdindo meus sentindos,
Onde teu perfume, veio morar.

A casa agora, parece vazia,
Sem ninguém pra aconchegar.
Solitária, perdia, fria,
Mas com esperança, de lhe ver voltar.
Tecendo Arte
Enviado por Tecendo Arte em 28/11/2007
Código do texto: T756308

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tecendo Arte
São Paulo - São Paulo - Brasil
19 textos (111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 19:15)
Tecendo Arte