Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIVENDO PARA NÃO ESQUECER VOCÊ!



Sonoros gemidos!

Coração latejando sem rumores na eqüidistante solidão!

Vidas que significam pontos indefinidos compondo uma história!

Melodias que sensibilizam os olhos quando é possível na liturgia da dor!

Saudade misturada no degustar das cenas de um abraço!

Beijos que não puderam ser contabilizados pelo mormaço do amor!

Regras desleais para reprisar uma lembrança quando a distancia é a mensura mais palpável da solitária e solidária noite!

Sumariadas lembranças que imprimem resistência para não me delatar sempre... entremeado de cânticos de nossas vidas reprimidas e exprimidas em versos e em desalentos chorosos!...

Saudade infinda e que finda com meu coração!

Saudade enfim!

Fim!...

De noite!

Amanhã tudo de novo!...

Mas nada deverá ser como antes e como agora!...

O penúltimo suspiro que dou antes de cerrar os olhos para o sono e sonhar com você chegando e abrindo as janelas dos meus olhos com um doce beijo...

clamando e me chamando para o abraço!

©Balsa Melo
25.12.06
Paraíba

 
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 02/12/2007
Código do texto: T762348
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87931 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 12:50)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)