Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEM SOLUÇÃO

Muitos foram aqueles que me chamaram
E colocaram pedras, construíram casas
Como navalhas

Muitos ditaram sílabas em noites quentes
E se prolongaram para a frente da areia
Gesticulando golpes

Muitos se postaram ao meu lado.
Mas meus sentidos  não garantem rede
Arcos ou coberturas

Muitos foram aqueles que num segundo
Prometeram a morte dos seus sentimentos
Sem solução para este mistério.

Muitos – milhões -,  mostraram-se transpostos
E foram apenas morte, escuridão
E imobilidade

No final, a vida não é uma resposta.
PHYLOS
Enviado por PHYLOS em 04/12/2007
Código do texto: T763828

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do livro e do autor) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
PHYLOS
São Paulo - São Paulo - Brasil
49 textos (5356 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 23:14)
PHYLOS