Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O RETORNO

Será que só eu agora percebo
Que o tempo tá passando
A vida seguindo
As noites e os dias indo e vindo.
Por um lado fantasia,
Como uma foice a realidade
Nua e crua, despudorada, pretensiosa
Todo dia nos dá um tapa na cara
Nos queima o rosto
Nos faz despertar d'um sonho.
Sou um romântico perdido mal entendido
Mau compreendido,
Que ameaça amar
Esperando o retorno.
Não espera surgir o amor,
O amor surge vou e me empolgo,
Transformo em uma coisa fantástica, performática
E me desgraço todo com isso.
Me diminuo, me cedo, me entrego
Espero sempre uma resposta, um retorno.
Perguntas:
Só se ama a dois?
Se faz amor sozinho?
Não sei responder.
Nesse devaneio me perco,
Me vejo perdido sem resposta, sem direção.
Nem se aparecesse um santo,
Responsável por responder todas as perguntas do mundo
Me responderia isso agora.
Não escrevo mais cartas,
Não componho mais canções,
Todas elas exigem respostas,
Todas elas não dependem de mim,
Eu sigo assim sofrendo
Amando ou não.

C.A.D. S.T.C.
Rodrigo Messias Cordeiro
Enviado por Rodrigo Messias Cordeiro em 05/12/2007
Reeditado em 08/12/2007
Código do texto: T765749

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Por R. Messias Cordeiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Messias Cordeiro
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 34 anos
276 textos (14106 leituras)
9 áudios (1195 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 21:16)
Rodrigo Messias Cordeiro