Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEUS VENTOS

Quem fui?
Eu fui a luz da aurora
que, alegremente,despontou.
Eu fui a símplice florzinha
que, mansamente, no jardim, desabrochou.
Eu fui o vento do ontem,
desaparecido nas malhas do tempo...

Quem sou?
Eu sou a estrela cadente
que, velozmente, atravessa os céus!
Eu sou a alma solitária
que, esperançosamente, anseia carinhos teus!
Eu sou o vento do hoje,
emaranhado nas lidas do cotidiano...

Quem serei?
Eu serei o impetuoso rio
que, ansiosamente,procura o mar?
Eu serei a eterna noite
que, inutilmente, espera o dia despertar?
Eu serei o vento do amanhã,
temente às incertezas do futuro?...

Quem fui? Quem sou? Quem serei?
A quem estas indagações importam,
com certeza?
O que realmente tem sentido,
não são os três ventos perdidos,
mas sim, que sempre amarei
a Deus, a ti e a natureza!

Denise Severgnini
07/12/2007
13:39

MOTE
O que o vento não levou, Mário Quintana
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 07/12/2007
Código do texto: T768543

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 58 anos
11345 textos (924664 leituras)
16 áudios (8891 audições)
311 e-livros (34215 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 20:59)
Denise Severgnini