Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Superação

Tremia e tremia naquela noite fria
E no escuro sozinha se via
Acuada pelos cantos
Cantava velhos acalantos
Escorria-lhe vastos prantos
Toda vez que dormia

Já era manhã, quente e calma
Acariciava, o vento, tua palma
Acordaste feliz estranhamente
De forma que, certamente,
Os prantos limparam tua mente
Teu corpo, tua alma
BOI (Luciano Alencar)
Enviado por BOI (Luciano Alencar) em 27/11/2005
Código do texto: T76914
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
BOI (Luciano Alencar)
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 32 anos
246 textos (26850 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/02/20 23:45)
BOI (Luciano Alencar)