Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

a toi (pour Margarite Youcennar)


como são calmas as tardes
no deleite dos segredos...

como são falsas as noites
em que o cio aquece
o prazer oculto...

como são frios os invernos
em que o corpo estremece
carente, perdido...

como se Youcennar masculinizada
tomasse posse
da fêmea apetecida...

como se perdida fosse achada
no desejo
que encontra...

(...na loucura do sexo!)
João Videira Santos
Enviado por João Videira Santos em 03/12/2005
Reeditado em 03/12/2005
Código do texto: T80446


Comentários

Sobre o autor
João Videira Santos
Lisboa - Lisboa - Portugal
236 textos (17389 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/02/20 07:25)
João Videira Santos