Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aurora


preciso te dizer
que a minha aurora já não é a mesma.
Continua bela, num esplendor soberbo,
o tempo, nessa altura faz-se sublime de espaço.
mas há uma interferência,
a tua ausência
que se faz em mim distância.

Não te escrevas aurora, prefiro a dor severa.
Constantino Mendes Alves
Enviado por Constantino Mendes Alves em 06/02/2008
Código do texto: T848828
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Constantino Mendes Alves
Portugal
324 textos (3846 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 02:05)
Constantino Mendes Alves