Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANTO EU DEVO AO MUNDO



Dizer-me insatisfeita é fácil
Assim como cruzar os braços
E reclamar da vida
O mundo pede ação

Devo a ele mais do dei até hoje
Se eu respiro um ar impuro
É porque de alguma maneira
Ajudei a poluir

Quanto lixo, eu atirei nas calçadas
Quantas árvores eu cortei
E não plantei outras no lugar

Falar é fácil
Dizer que o mundo me deve algo também
A força vem do exemplo

Descruze os braços
Vá á luta
Deixe de fazer-se de vítima do destino
Dê ao mundo a tua contribuição!
Participe da vida!





 




Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 29/03/2005
Código do texto: T8523


Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
11345 textos (952636 leituras)
16 áudios (8941 audições)
311 e-livros (34557 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/07/20 13:17)
Denise Severgnini