Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonho de Ícaro

Argênteo díptero, cruzas os céus
levando homens, sonhos, decisões.
Voas por ti, ou por todos nós,
ápteros seres que te criamos?

Formosa ave, eu te questiono:
para que voas, por que voas,
se o teu vôo não te leva a nada?

Empresta tuas asas, descansa
dessa tua penosa sina
de levar no teu corpo quem te usa.

Deixa que eles mesmos se permitam
voar com suas próprias asas.
Liberta-os, descansa,
dá a todos nós esse prazer!

02/10/1987
A bordo de um avião entre Brasília e o Recife
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 31/03/2005
Código do texto: T8894
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (289777 leituras)
36 áudios (11163 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/05/20 03:26)
Paulo Camelo

Site do Escritor